domingo, 12 de fevereiro de 2017

HISTÓRIA | Por que os nobres europeus usavam perucas?


Quem nunca teve esse questionamento na cabeça?


Provavelmente estudando sobre o iluminismo, alguém pode se perguntar "por que esses homens usam perucas?" já que é bastante comum imagens de Voltaire e Rousseau ostentando o ornamento em suas cabeças.

Voltaire

A explicação para isso estava na cabeça do rei francês Luis XIV.

No século XVII, o rei da França, Luis XIV, gostava de exibir sua cabeleira farta, mas aos 32 anos, o monarca começou a ficar calvo. Para corrigir essa fatalidade da natureza, o rei então passou a usar perucas. A nobreza gostou tanto que passou a usar também.

Luis XIV

A peruca se tornou um símbolo de distinção social e status assim como se tornou num dos acessórios mais importantes do estilo masculino durante os séculos XVII e XVIII. O ornamento ficou tão popular que, segundo alguns relatos, crianças eram encontradas sozinhas nas ruas com os cabelos cortados.

Perucas com cabelos naturais ficaram caríssimas, logo se popularizaram perucas feitas de crinas de bodes e de cavalos ou então de fibra vegetal. Era comum também usar talco ou farinha de trigo para deixar a peruca branca, imitando assim o tom do cabelo dos idosos.

Na Revolução Francesa, o uso das perucas entrou em decadência (já que muitas cabeças que as usavam foram extirpadas). Hoje, essas perucas são comuns apenas em determinadas ocasiões, como nos tribunais criminais na Inglaterra.

FONTES:

Por que tudo mundo usava peruca na Europa  dos séculos XVII e XVIII? - Mundo Estranho

Perucas Antigas eram feitas com crina de cavalo e de bode - G1 conta a História

Um comentário: