domingo, 25 de março de 2012

Titanic


Em 1997, James Cameron emocionou o mundo com a história de amor entre um menino pobre e uma menina rica. Tal história não só se tornou uma entre tantas outras porque a trajetória de amor entre Jack (Leonardo DiCaprio) e Rose (Kate Winslet) aconteceu a bordo do Titanic, transatlântico de luxo construído em 1912 e símbolo de uma época, no entanto sua viagem inaugural foi trágica com o naufrágio do navio no dia 15 de abril de 1912.

Cem anos depois, o Titanic volta aos noticiários, seja pelas homenagens aos mortos da tragédia, seja pelo relançamento do filme de James Cameron agora convertido para 3D ou seja pelas tragédias marítimas que ainda acontecem e assustam como o naufrágio do cruzeiro “Costa Concórdia”, em janeiro deste ano.

quarta-feira, 21 de março de 2012

Imortais


O sucesso da trilogia O Senhor dos Anéis fez reaparecer em Hollywood o interesse por produções do gênero épico. Logo os mitos gregos dos heróis e deuses voltaram a povoar os cinemas com histórias cheias de ação. Tróia, lançado em 2004, explorou a temática e encheu as telas com lutas e batalhas grandiosas, mas não foi o suficiente para garantir o sucesso – financeiro – desejado pelos estúdios Warner.

Parecia que o gênero “épico grego” estava fadado a virar “lenda” novamente. Tais produções são caras demais e o retorno não era garantido. No entanto o filme de Zack Snyder, 300, mostrou uma nova forma de levar os mitos gregos aos cinemas valorizando a plasticidade das cenas, explorando os efeitos visuais e a estilização dos cenários e personagens mitológicos. A fórmula foi um grande sucesso comercial visto que, 300, que custou US$ 65 milhões arrecadou US$ 470 milhões.

sexta-feira, 16 de março de 2012

A Última Legião


Os atuais livros didáticos de História têm oferecido aos alunos formas diferentes de complementar o conteúdo abordado. Além dos textos e das imagens é muito comum encontrarmos, ao final dos capítulos ou das unidades, indicações de livros, endereços virtuais, revistas e filmes.

Foi em um desses livros que ao final do capítulo a respeito da queda do Império Romano do Ocidente que vi a indicação do filme A Última Legião. Imbuído da curiosidade que todo historiador tem – e deve ter – assisti ao filme e procurei entender quais os elementos que fazem desta obra ser indicada entre tantas produções cinematográficas clássicas como Gladiador (2000), Spartacus (1960) e A Queda do Império Romano (1964).